São Sérgio, considerado o grande educador do povo russo

By / 25th setembro, 2017 / Últimas notícias / Off

São Sérgio irradiava a cultura e a verdadeira fé

“Contemplando a Santíssima Trindade, vencer a odiosa divisão deste mundo”.

Esta frase reflete a alma contemplativa do santo de hoje, São Sérgio, considerado o “São Bento” da Rússia cristã. Na antiga Rússia o Cristianismo penetrou por volta do século IX, sendo Vlademiro, o primeiro príncipe a se converter ao Cristianismo, isto em 1010.

A religião do Cristo esteve sempre na Rússia, ligada mais ao Oriente do que a Roma. Monge Sérgio, tornou-se o grande evangelizador do século XIV, pois através de numerosos mosteiros irradiava a cultura e a verdadeira fé.

Após deixar o declínio da vida monástica na Rússia, Sérgio experimentou, com seu irmão, a construção numa floresta virgem de uma capela dedicada à Santíssima Trindade, devoção desconhecida naquele povo.

O irmão não aguentou, mas com firmeza e santidade, o santo de hoje atraiu a muitos até que edificaram um mosteiro em louvor a Santíssima Trindade.

Ordenado sacerdote para o melhor exercício da vocação de formar os monges na fundamental regra da oração e do trabalho, viveu São Sérgio: os “filhos”, a pobreza, a mansidão e total confiança na Divina Providência.

São Sérgio escreveu tanto que é considerado o grande educador nacional do povo russo. Faleceu com quase 80 anos de idade em 25 de setembro de 1392 no mosteiro da Santíssima Trindade.

São Sérgio, rogai por nós!

Conheça os mantos das visitas jubilares da Mãe Aparecida pelo Brasil

By / 25th setembro, 2017 / Últimas notícias / Off

Pascom Regional Centro-Oestes

Durante a peregrinação jubilar de Nossa Senhora Aparecida pelos estados do Brasil e o Distrito Federal, a imagem de Aparecida era apresentada aos devotos, com um manto especialmente confeccionado para cada uma das visitas.

Os 27 mantos foram minuciosamente cortados, bordados e costurados pela irmã Maria Regina da Imaculada Conceição, do Carmelo de Santa Teresinha do Menino Jesus da cidade de Aparecida (SP).

A produção foi realizada em dois anos, conforme a data da visita da imagem no Estado, em celebração aos 300 anos de bênçãos.

Irmã Maria Regina explica, que para que cada manto fosse único, contou com a inspiração de Nossa Senhora. “Nossa Senhora que me inspirou a criar desenhos diferentes para cada manto, eu sempre rezava primeiro para Ela e olhando para a imagem Dela me vinha a ideia dos desenhos, e eu ia montando”.

Quando perguntada sobre a sua motivação para a criação dos mantos, irmã Maria Regina expressa a sua devoção a Nossa Senhora. “A gente tem muita devoção em Nossa Senhora, a Mãe é tudo pra nós, então a gente se inspira e se anima querendo sempre bordar para deixar ela sempre bonita.”

 

 

Santo André Kim e companheiros mártires

By / 20th setembro, 2017 / Últimas notícias / Off

Os primeiros mártires coreanos escreveram, com sangue, as primeiras páginas da história na Igreja

Tornamos célebre neste dia o testemunho dos 103 mártires coreanos que foram canonizados pelo Papa João Paulo II, na sua visita a Seul em maio de 1984.

Tudo começou no Século XVII, com o interesse pelo Cristianismo por parte de um grupo de letrados que ao lerem o livro do missionário Mateus Ricci com o título “O verdadeiro sentido de Deus”, tiveram a iniciativa de encarregar o filho do embaixador coreano na China, na busca das riquezas de Jesus Cristo.

Yi Sung-Hun dirigiu-se ao Bispo de Pequim que o catequizou e batizou, entrando por aí a Boa Nova na Coréia, ou seja, por meio de um jovem e ousado leigo cristão que, com amigos, fundaram uma primeira comunidade cristã.

Com a eficácia do Espírito, começaram a evangelizar de aldeia em aldeia ao ponto de somarem, em dez anos, dez mil testemunhas da presença do Ressuscitado. Várias vezes solicitaram do Bispo de Pequim o envio de sacerdotes, a fim de organizarem a Igreja. Roma, porém, era de difícil acesso e o Papa sofria com a prepotência de Napoleão, resultado: somente a Igreja pôde socorrer aos cristãos coreanos, trinta anos depois, quando os cristãos coreanos tinham sido martirizados aos milhares, juntamente com os 103 mártires, dentre estes: André Kim, o primeiro padre coreano morto em 1845; dez clérigos e 92 leigos.

Alguns testemunhos ficaram gravados, e dentre tantos: “Dado que o Senhor do céu é o Pai de toda a humanidade e o Senhor de toda a criação, como podeis pedir-me para o trair? Se neste mundo aquele que trair o pai ou a mãe não é perdoado, com maior razão, não posso nunca, trair aquele que é o Pai de todos nós!” (Teresa Kwon).

Os primeiros mártires coreanos escreveram, com sangue, as primeiras páginas da história na Igreja da própria pátria. Na data da canonização, bicentenária do início da evangelização da Coréia, esta nação contava com 1.4000.000 católicos, 14 Dioceses, 1.200 sacerdotes, 3.500 religiosos e 4.500 catequistas, atestando mais uma vez a frase de Tertuliano: “O sangue dos mártires é sangue de novos cristãos!”

Santo André Kim e companheiros mártires, rogai por nós!

Consep aprofunda temas importantes para a Igreja no Brasil

By / 20th setembro, 2017 / Últimas notícias / Off

5ª reunião do Consep acontece nesta terça e quarta-feira, 19 e 20, na sede provisória da CNBB em Brasília / Foto: CNBB

Nesta terça-feira, 19, começa a 5ª reunião do ano do Conselho Episcopal Pastoral (Consep) da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Os bispos se reúnem pela primeira vez na sede provisória da entidade, na Asa Norte de Brasília (DF), para aprofundar e deliberar sobre temas importantes para a vida da Igreja no Brasil.

Temas como a conjuntura social, econômica do Brasil, a Campanha da Fraternidade 2018, a preparação para o Dia do Pobre, definido pelo Papa Francisco e um balanço do Grito dos Excluídos, evento organizado com a participação da Igreja Católica, serão aprofundados e deliberados até esta quarta-feira, 20, pelo Consep.

Além disso, o documento Orientações Pastorais para Rádio, TV e Redes Sociais, elaborado pela Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação Social da CNBB, também passará pelo crivo dos participantes do Conselho.

Sobre o Consep

O Consep é uma das instâncias permanentes de trabalho da CNBB, em vista a animação da ação evangelizadora da Igreja no Brasil, e se reúne, ordinariamente, cerca de seis vezes ao ano. Em geral, seus encontros se revezam, mensalmente, com as reuniões do Conselho Permanente da Conferência.

Os membros do Consep são os bispos que compõem a presidência além daqueles que desempenham funções de confiança do episcopado – todos foram eleitos – em setores específicos da evangelização: Ministérios ordenados e vida consagrada; Liturgia; Animação Bíblico-Catequética; Cultura e educação; Ação social transformadora; Ação missionária e cooperação intereclesial; Ecumenismo e diálogo inter-religioso; Vida e Família; Doutrina da Fé; Juventude; Laicato e comunicação.

Além dos bispos que exercem a presidência em cada uma das comissões que respondem por cada uma dessas áreas, a reunião do Consep ainda acolhe a participação da assessoria da comissão episcopal especial para a Amazônia, representantes dos chamados Organismos do Povo de Deus – que representam os diáconos, os leigos, os religiosos, os institutos seculares – e responsáveis executivos ou delegados dos organismos ligados à CNBB como a Cáritas e o Conselho Indigenista Missionário (CIMI). Participam do encontro as assessorias canônica e de política, além dos assessores das comissões episcopais e membros da Comissão Brasileira de Justiça e Paz (CBJP).

São José de Cupertino, enriqueceu a Igreja com sua santidade

By / 18th setembro, 2017 / Últimas notícias / Off

O poder da oração levou São José de Cupertino para o convento franciscano e ao sacerdócio

O santo de hoje nasceu num estábulo, a exemplo de Jesus, em Cupertino, no reino de Nápoles, a 17 de junho de 1603. Filho de pais pobres, tornou-se um pobre que enriqueceu a Igreja com sua santidade de vida.

José quando menino era a tal ponto limitado na inteligência que pouco aprendia e apresentava dificuldades nos trabalhos manuais, porém, de maneira extraordinária progrediu no campo da oração e da caridade.

São José foi despedido de dois conventos franciscanos por não conseguir corresponder aos ofícios e serviços comuns. Ele, porém, não desistia de recomendar sua causa a Santíssima Virgem, pela qual tinha sido anteriormente curado de uma grave e misteriosa enfermidade.

O poder da oração levou São José de Cupertino para o convento franciscano e ao sacerdócio, precisando para isso que a Graça suprisse as falhas da natureza. Desde então, manifestavam-se nele, fenômenos místicos acompanhados de curas milagrosas, que o tornou conhecido e procurado em toda a região.

Dentre os acontecimentos espirituais o que muito se destacou foi o êxtase, que consiste naquele estado de elevação da alma ao plano sobrenatural, onde a pessoa fica momentaneamente desapegada dos sentidos e entregue totalmente numa contemplação daquilo que é Divino.

São José era tão sensível a esta realidade espiritual, que isto acontecia durante a Santa Missa, quando rezava com os Salmos e em outros momentos escolhidos por Deus; somente num dos conventos onde viveu 17 anos, seus irmãos presenciaram cerca de 70 êxtases do santo. A fama das curas milagrosas se alastrava como uma epidemia, exaltando a imaginação popular, e obrigando o Frei José, a ser transferido de convento para convento. Mas, os fenômenos se repetiam e o povo lhe tirava todo o sossego.

Como na vida da maioria dos santos não faltaram línguas caluniosas que, interpretando mal esta popularidade atribuiu-lhe poderes demoníacos aos seus milagres e êxtases, ao ponto de denunciarem o santo Frei ao Tribunal da Inquisição de Nápoles. O processo terminou reconhecendo a inocência do religioso, impondo-lhe, porém, a reclusão obrigatória e a transferência para conventos afastados.

Depois de sofrer muito e de diversas maneiras, predisse o lugar e o tempo de sua morte, que aconteceu em 18 de setembro de 1663, contando com sessenta anos de humilde testemunho e docilidade aos Carismas do Espírito Santo.

Foi beatificado por Bento XIV em 1753 e canonizado por Clemente XIII em 1767.

São José de Cupertino, rogai por nós!

FESTA DE SANTO ANTONIO DE SANT’ANNA GALVÃO: ANO MARIANO E ANO JUBILAR DE FREI GALVÃO

By / 18th setembro, 2017 / Últimas notícias / Off

FESTA DE SANTO ANTONIO DE SANT’ANNA GALVÃO

TEMA CENTRAL: “FREI GALVÃO E A DEVOÇÃO A IMACULADA CONCEIÇÃO”

 

1º DIA – 16 DE OUTUBRO (SEGUNDA-FEIRA)

Tema: “MARIA A CHEIA DE GRAÇA” (pag. 12)

15h00 – Celebrante: Pe. Marcus Vinícius da Silva

19h30 – Celebrante: Pe. André Luiz Pizani Domiciano

Paraninfos: Paróquias Nossa Senhora do Rosário e São Pedro Apóstolo, Renovação Carismática Católica (RCC) e Oficinas de Oração.

Gesto Concreto: Açúcar

 

2º DIA – 17 DE OUTUBRO (TERÇA-FEIRA)

Tema: “MARIA A CHEIA DE FÉ” (pag. 32)

15h00 – Celebrante: Pe. Carlos Andrés Loaiza Arbeláez

19h30 – Celebrante: Pe. Renan Rangel dos Santos Pereira

Paraninfos: Paróquias Santo Afonso e São Roque, Seminário Missionário Bom Jesus, Pastorais Universitária, Juventude, Crisma e Perseverança.

Gesto Concreto: Óleo

 

3º DIA – 18 DE OUTUBRO (QUARTA-FEIRA)

Tema: “MARIA A AMIGA DE DEUS” (pag. 178)

15h00 – Celebrante: Pe. Frei José Carlos da Silva

19h30 – Celebrante: Pe. José Gerardo Pérez Cárdenas

Paraninfos: Paróquias Nossa Senhora de Lourdes e Santo Expedito, Pastorais da Catequese e Vocacional, Movimento Serra e CRB – Núcleo Aparecida

Gesto Concreto: Produtos para higiene pessoal

 

4º DIA – 19 DE OUTUBRO (QUINTA-FEIRA)

Tema: “MARIA, MODELO DE RENÚNCIA” (pag. 70)

15h00 – Celebrante: Pe. Jalmir Carlos Herédia

19h30 – Pregador: Diácono Sidnei Lino da Cruz

Paraninfos: Paróquias Santo Antonio, Puríssimo Coração de Maria e Nossa Senhora da Conceição Aparecida (Aparecida), Pastorais da Criança, Batismo e Dízimo.

Gesto Concreto: Produtos para limpeza.

 

5º DIA – 20 DE OUTUBRO (SEXTA-FEIRA)

Tema: “MARIA, DISCÍPULA DE CRISTO” (pag. 78)

15h00 – Celebrante: Pe. José Ferreira da Silva

19h30 – Celebrante: Pe. Silvio César Florêncio

Paraninfos: Paróquias Nossa Senhora da Glória e Sant’Ana, Pastorais Carcerária, Familiar, Saúde e da Pessoa Idosa.

Gesto Concreto: Arroz

 

6º DIA – 21 DE OUTUBRO (SÁBADO)

Tema: “MARIA, MÃE DA ESPERANÇA” (pag. 84)

15h00 – Celebrante: Pe. Nelson Ferreira Lopes

19h30 – Celebrante: Oblatos (Mosteiro Sagrada Face)

Paraninfos: Paróquias São Miguel Arcanjo e Nossa Senhora da Conceição (Lagoinha), Movimento de Cursilho de Cristandade, Encontro de Casais com Cristo (ECC) e Equipes de Nossa Senhora.

Gesto Concreto: Pó de Café

 

7º DIA – 22 DE OUTUBRO (DOMINGO)

Tema: “MARIA, MÃE DOS QUE CRÊEM” (pag. 106)

15h00 – Celebrante: Seminário Frei Galvão

19h30 – Celebrante: Pe. Antônio Leonel de Oliveira

Paraninfos: Paróquias Senhor Bom Jesus e Capelania Militar Nossa Senhora do Loreto, Sociedade São Vicente de Paulo e Apostolado da Oração.

Gesto Concreto: Óleo

 

8º DIA – 23 DE OUTUBRO (SEGUNDA-FEIRA)

Tema: “MARIA, MODELO DE ORAÇÃO” (pag. 139)

15h00 – Celebrante: Pe. José Carlos de Melo

19h30 – Celebrante: Oblatos (Mosteiro Sagrada Face)

Paraninfos: Paróquias São Dimas e São Francisco de Assis, Pastoral da Liturgia, Ministros Extraordinários da Sagrada Comunhão.

Gesto Concreto: Fralda Geriátrica

 

9º DIA – 24 DE OUTUBRO (TERÇA-FEIRA)

Tema: “MARIA DURANTE E DEPOIS DE PENTECOSTES” (pag. 129)

15h00 – Celebrante: Pe. João de Souza Brito

19h30 – Celebrante: Pe. Marcelo Motta da Silva

Paraninfos: Paróquias Nossa Senhora de Fátima e Nossa Senhora das Graças, Legião de Maria e Movimento Focolares.

Gesto Concreto: Pó de café.

25 DE OUTUBRO (QUARTA-FEIRA)

DIA DA FESTA EM LOUVOR A SANTO ANTONIO DE SANT’ANNA GALVÃO

 

TEMA: “Frei Galvão e a devoção a Imaculada Conceição”

6h00min – Santa Missa

Celebrante: Padre do Santuário Frei Galvão

 

9h30min – Santa Missa Solene

Celebrante: Padre do Santuário Frei Galvão

 

14h30min – Novena Perpétua

15h00min – Santa Missa (Transmissão TV Web Frei Galvão)

Celebrante: Padre do Santuário Frei Galvão

 

16h30min – Procissão Solene

18h00min – Santa Missa Solene (Transmissão TV Aparecida)

Celebrante: Dom Orlando Brandes – Arcebispo Metropolitano da Arquidiocese de Aparecida

São Nilo, fundou um mosteiro em Grottaferrata

By / 12th setembro, 2017 / Últimas notícias / Off

São Nilo atraiu a muitos, tendo assim a felicidade de fundar vários mosteiros no Sul da Itália

Neste dia mergulhamos na história de São Nilo, onde encontramos um exemplar cristão que viveu no sul da Itália e no fim do primeiro milênio. Nilo, chamado o Jovem, fazia parte de uma nobre família de origem grega, por isso foi considerado o último elo entre a cultura grega e a latina.

Era casado e funcionário do governo de Constantinopla, com o nascimento de uma filha, acabou viúvo e depois descobriu sua vocação à vida monástica, segundo a Regra de São Basílio. Após várias mudanças acabou se fixando em Monte Cassino, perto da famosa abadia beneditina.

Seu testemunho atraiu a muitos, tendo assim a felicidade de fundar vários mosteiros no Sul da Itália, com o cotidiano pautado pelo trabalho e oração. No trabalho, além da agricultura, transcrevia manuscritos antigos, introduziu um sistema taquigráfico (ítalo-grego) e compôs hinos sacros.

São Nilo realizou várias romarias aos túmulos dos santos Pedro e Paulo, aproveitando para enriquecer as bibliotecas de Roma, até que a pedido de Gregório, Nilo fundou um mosteiro em Grottaferrata, perto de Roma.

Este pacificador da política e guerras da época, teve grande importância para a história da Igreja, e na consolidação da vida monástica. Morreu com noventa e cinco anos de idade, no dia 25 de setembro de 1005.

São Nilo, rogai por nós!

Renovação Carismática prepara congresso estadual em Aparecida

By / 12th setembro, 2017 / Últimas notícias / Off
RCC/Brasil

Entre os dias 15 e 17 de setembro acontece no Centro de Eventos Padre Vitor Coelho de Almeida, em Aparecida (SP) o XXV Congresso Estadual da RCC-SP. “O Espírito Santo descerá sobre ti (Lc 1, 35)”. É o tema do encontro.

O objetivo do evento é reunir toda a Renovação Carismática Católica do Estado de São Paulo para fazer um espírito de unidade entre todos os membros do Estado e rememorar os 50 anos do movimento.

O congresso contará com a presença do Arcebispo de Aparecida (SP), Dom Orlando Brandes, a Presidente do Conselho Nacional da RCCBRASIL, Katia Roldi Zavaris; dois dos pioneiros do Movimento no Brasil, Padre Eduardo Dougherty e Reinaldo Beserra, além da idealizadora dos retiros de Agapeterapia que acontecem na comunidade católica, Reinalda Reis.

A presidente do Conselho Estadual da RCC-SP, Lucimar Maziero, declarou que, em Aparecida, Nossa Senhora aguarda a RCC para o congresso, fazendo do Centro de Eventos um cenáculo de amor.

Natividade de Nossa Senhora

By / 8th setembro, 2017 / Últimas notícias / Off

Maria nasce, é amamentada e cresce para ser a Mãe do Rei dos séculos

Hoje é comemorado o dia em que Deus começa a pôr em prática o Seu plano eterno, pois era necessário que se construísse a casa, antes que o Rei descesse para habitá-la. Esta “casa”, que é Maria, foi construída com sete colunas, que são os dons do Espírito Santo.

Deus dá um passo à frente na atuação do Seu eterno desígnio de amor, por isso, a festa de hoje, foi celebrada com louvores magníficos por muitos Santos Padres. Segundo uma antiga tradição os pais de Maria, Joaquim e Ana, não podiam ter filhos, até que em meio às lágrimas, penitências e orações, alcançaram esta graça de Deus.

De fato, Maria nasce, é amamentada e cresce para ser a Mãe do Rei dos séculos, para ser a Mãe de Deus. E por isso comemoramos o dia de sua vinda para este mundo, e não somente o nascimento para o Céu, como é feito com os outros santos.

Sem dúvida, para nós como para todos os patriarcas do Antigo Testamento, o nascimento da Mãe, é razão de júbilo, pois Ela apareceu no mundo: a Aurora que precedeu o Sol da Justiça e Redentor da Humanidade.

Nossa Senhora, rogai por nós!

Papa Francisco dá início a 20ª Viagem Apostólica Internacional

By / 8th setembro, 2017 / Últimas notícias / Off
Papa Francisco dá início a 20ª Viagem Apostólica Internacional

“Venho como peregrino de esperança e de paz”: assim o Papa Francisco saúda os colombianos às vésperas de sua 20ª viagem apostólica internacional, que tem início na quarta-feira, 6 de setembro.

“Querido povo da Colômbia, daqui alguns dias visitarei o seu país. Virei como peregrino de esperança e de paz para celebrar com vocês a fé no nosso Senhor e também para aprender com sua caridade e perseverança na busca da paz e da harmonia.”

O Papa agradece antecipadamente a acolhida ao Presidente colombiano, aos bispos do país e a todos que trabalharam para esta visita se realize. Francisco cita também o lema da viagem, “Façamos o primeiro passo” e a importância de ir ao encontro do outro, estender a mão e trocar o sinal da paz.

Colômbia em busca da paz

“A paz é o que a Colômbia busca e para qual trabalha há muito tempo. Uma paz estável, duradoura, para que possamos nos ver e nos tratar como irmãos, não como inimigos. A paz nos recorda que somos todos filhos do mesmo Pai que nos ama e nos conforta.”

O Pontífice declara-se “honrado” de visitar a Colômbia, “terra rica de história, cultura, fé, homens e mulheres que trabalharam com determinação e perseverança para torná-la um local em que reine a harmonia e a fraternidade, em que o Evangelho é conhecido e amado.

Proteger o meio ambiente da exploração selvagem

Para Francisco, o mundo de hoje necessita de conselheiros de paz e de diálogo e também a Igreja é chamada a esta tarefa, “para promover a reconciliação com o Senhor e com os irmãos, mas também a reconciliação com o meio ambiente, que é uma criação de Deus e que estamos explorando de modo selvagem”.

Que esta visita, conclui o Papa, seja um abraço fraterno a cada colombiano. “Eu os abraço com afeto e peço ao Senhor que os abençoe, que proteja o país e lhe conceda a paz. E peço à Nossa Mãe, a Virgem Santa, que cuide de vocês. Não se esqueçam de rezar por mim. Obrigado e até logo.”

(Matéria da Rádio Vaticano)